França conquista o bicampeonato do International Six Days Enduro

SIX DAYS
07/10/13

Redação MX Racing - Por: Renato ‘Renas’ Fernandes - Fotos: Jonty Edmunds / KTM Images
 

França subiu ao pódio nas três principais categorias - Foto: Divulgação ISDE

A ilha italiana da Sardenha, recebeu nesta última semana, 30 de setembro a 05 de outubro, a 88ª edição do ‘International Six Days Enduro’, que comemorou em 2013 seus 100 anos de existência, desde sua primeira competição realizada na Grã Bretanha. 630 competidores representaram 36 países, isto sem contar os 140 times da categoria Club.
 
Vencedora em 2012 e contando com Christophe Nambotin e Antoine Meo, recém coroados campeões no Mundial de Enduro nas classes E1 e E3, respectivamente, a França chegou como a principal favorita e não decepcionou, dominando todos os seis dias de provas sem dar chances a qualquer reação dos adversários.
 
Sem muita tradição em provas de Enduro padrão FIM, os EUA surpreenderam ao conquistarem a segunda colocação geral ao final da exaustiva semana, deixando os anfitriões italianos em terceiro. Confira a seguir um resumo dos seis dias de provas.
 
1º Dia
 

Antoine Meo

A prova começou com as trilhas ainda um pouco pesadas em função da chuva que caiu no dia anterior. Jeremy Joly foi o primeiro a largar seguido por seus companheiros do time francês, impondo um ritmo forte desde o primeiro dia e já mostrando que estavam dispostos a levar o bicampeonato. Ao final da etapa a França despontou na frente seguida pelos norte americanos e australianos.
 
O time francês assumiu a ponta com o tempo total de 4:14:26.00 hs, onde o principal responsável foi atual campeão mundial da E1, Antoine Meo, que foi o mais rápido nas especiais de número 4 e 5. Pelo time norte américa, foi Robert Taylor quem puxou a equipe ara a segunda colocação, vencendo a última especial do dia. O australiano Daniel Milner foi o vencedor no resultado geral individual, colocando seu país na terceira colocação.
 
Os franceses dominaram também a classe Junior, seguidos pelos italianos e norte americanos. Pela categoria feminina, as australianas fecharam o primeiro dia na frente, com as secas em segundo e as francesas em terceiro, enquanto as ‘donas da casa’ ficaram na quarta colocação.
 
2º Dia
 

Daniel Milner - Foto: Yamaha Racing

No segundo dia de provas a França mostrou que entrou na competição como uma equipe unida e a performance de todo o grupo levou o país a aumentar para quase 5 minutos sua vantagem sobre a segunda colocada que passou a ser a Australia.
 
Antoine Meo teve mais um dia praticamente perfeito, vencendo três das seis especiais do dia. Seu compatriota Johnny Aubert venceu mais uma, enquanto o australiano Daniel Milner levou a melhor em duas especiais, o que elevou seu país à vice liderança da competição.
 
Também figurando entre os favoritos, os italianos não tiveram muita sorte ao longo desta segunda etapa. Uma pedra enroscada na transmissão da moto de Alex Salvini durante a última volta o fez sofrer uma forte queda e ainda perder muito tempo. Para piorar, o piloto precisou ficar no hospital até tarde para remover um enorme espinho de seu braço.
 
Franceses e italianos continuaram a briga pela liderança da Junior com a Inglaterra se aproximando nos tempos, esperando apenas pelos erros dos lideres para subir na classificação. A França manteve a dianteira conquistada no primeiro dia, mas a vantagem para os italianos caiu para apenas 66 segundos. Os britânicos superaram os americanos na classificação geral, assumindo o terceiro posto geral.
 
Na Feminina domínio total da Australia que colocou três pilotos nas cinco primeiras colocações do dia. As suecas também tiveram um bom desempenho consolidando a segunda posição, pouco mais de 3 minutos atrás das australianas e deixando as francesas na terceira colocação.
 
3º Dia
 

Pierre Alexandre Renet

A competição chega a metade e as primeiras colocações já começam a se definir com a França se mantendo na frente. Antoine Meo melhorou ainda mais seu desempenho do dia anterior, vencendo quatro especiais. Johnny Aubert e Pierre Alexandre Renet fizeram seus papéis também alcançando boas posições nas especiais do dia. Charlie Mullins foi o destaque norte americano e a melhor marca na quarta especial fez seu país retomar a vice liderança da competição, ajudado por Robert Taylor que foi o quinto melhor piloto do dia no geral. Daniel Milner venceu a primeira e a quarta especiais do dia e com isto manteve a Australia na briga, mantendo o país em terceiro.
 
O time Junior da França continuou colocando vantagem sobre a Itália, graças ao talento de Loic Larrieu, que foi o oitavo colocado geral do dia, a frente de muitos pilotos profissionais experientes. A Inglaterra continuou na terceira colocação, acompanhando de perto os líderes. As australianas continuaram comandando a classe Feminina, mantendo boa vantagem sobre Suécia e França que continuam em segundo e terceiro, respectivamente.
 
4º Dia

No quarto dia de prova Antoine Meo continuou como o grande destaque do Six Days, ficando entre os três primeiros em todas as especiais da etapa. O dia reservou também algumas surpresas como o retorno ao pelotão da frente de Alex Salvini. Depois dos problemas dos dias anteriores o italiano venceu duas especiais para ficar em segundo no resultado individual.
 
No final da quarta rodada a França ampliou para quase nove segundos sua vantagem na liderança sobre os EUA e 11 minutos para a terceira, Austrália. “Estamos melhorando a cada dia. Temos pilotos muito bons no time e Meo está muito forte. Espero que possamos continuar assim”, disse o francês Pierre Alexandre Renet.
 

Johnny Aubert

Loic Larrieu e Mathias Bellino dominaram o quarto dia da Junior e com isto ampliaram ainda mais a liderança da França. A Itália continua firme em segundo e a Inglaterra em terceiro. Na Feminina, australianas e suecas continuaram se revezando na frente das especiais, mantendo a classificação inalterada. Austrália em primeiro, Suécia em segundo e França na terceira colocação.
 
5º Dia
 
Com o time ainda completo no penúltimo dia de competições, a França colocou uma mão na taça com a vitória geral de Antoine Meo e as boas classificações de Renet e Aubert. Já a Austrália por outro lado não teve um bom dia. Apesar da vitória de Daniel Milner na primeira especial da etapa, seu compatriota Glenn Keamey enfrentou problemas prejudicando a classificação australiana na etapa.
 
Com isto, os EUA aproveitaram para garantir a segunda posição do dia, a frente da Itália em terceiro, depois de uma excelente performance de Salvini. Faltando apenas o desafio final, a especial de Motocross no último dia de prova, a França seguiu praticamente garantida enquanto a disputa pela segunda colocação se mantinha aberta entre EUA e Austrália.
 

Ivan Cervantes

O penúltimo dia reservou algumas mudanças no desempenho dos pilotos da categoria Junior, o que não afetou a classificação geral. França continua seu domínio, seguida por Itália e Inglaterra. O mesmo acontece na Feminina com a Austrália ainda na frente seguida pela Suécia e França.
 
6º Dia
 
Dominando a competição desde o primeiro dia, a França conquistou o bicampeonato do International Six Days Enduro com uma boa vantagem sobre os demais. Ao contrário dos dias anteriores Antoine Meo não brilhou na rodada final, mas mesmo assim foi o vencedor da classe E3 no individual. Bastante regulares durante toda a competição, os norte americanos deram o bote na final neste último dia para consolidar de vez a segunda colocação.
 
Prejudicados pelo azar que os perseguiu nos primeiros dias, os anfitriões italianos não se deram por vencidos progredindo na segunda metade para superar o australianos e garantir o terceiro degrau do pódio. Não muito distante da Austrália, os espanhóis completaram os cinco primeiros colocados na classificação por Nações.
 
A segunda vitória francesa veio na Junior, seguida pela nova geração de pilotos italianos, capitaneada pelo jovem talento Giacomo Redondi, quinto colocado geral na classe E1. Os britânicos mantiveram o bom desempenho do dia anterior para pechar o pódio em terceiro. Depois de perder o pódio da classe principal nos dois últimos dias de provas, a Austrália garantiu o degrau mais alto na categoria Feminina. A Suécia foi a segunda colocada com a França subindo ao pódio mais uma vez, em terceiro.
 
Resultados
 
World Trophy
1. França
2. EUA
3. Itália
4. Austrália
5. Espanha
6. Inglaterra
7. Suécia
8. Argentina
9. Estônia
10. Áustria
 
Junior World Trophy
1. França
2. Itália
3. Inglaterra
4. EUA
5. Suécia
6. Austrália
7. Chile
8. República Checa
9. Portugal
10. Polônia
 
Womens World Trophy
1. Austrália
2. Suécia
3. França
4. Canadá
5. Itália
6. EUA
 
Classificação Geral Individual
1. Antoine Meo, França, KTM, E3
2. Daniel Milner, Austrália, Yamaha, E2
3. Pierre Alexandre Renet, França, Husaberg, E2
4. Johnny Aubert, França, KTM, E2
5. Ivan Cervantes, Espanha, KTM, E2
6. Taylor Robert, EUA, Kawasaki, E2
7. Joshua Strang, Austrália, Suzuki, E2
8. Charlie Mullins, EUA, KTM, E2
9. Cristobal Guerrero, Espanha, KTM, E1
10. Kurt Caselli, EUA, KTM, E2




Notícias Relacionadas
Time representa o Brasil no Six Days...
ISDE 2015: Em resultado polêmico, França...
Pelo terceiro ano consecutivo, França fi...
Team USA vence Dia 4, mas França continu...
Liderança do ISDE 2014 permanece inalter...
França se mantém no caminho para conquis...
França sai na frente no primeiro dia da ...
Husqvarna oferece suporte para pilotos e...
Pré-inscrição para o SixDays vai até dia...
França conquista o bicampeonato do Inter...
 
Mais Lidas
Equipe francesa conquista o bicampeonato...
Recuperado, Felipe Zanol consegue bom de...
Felipe Zanol conquista primeiro lugar no...
Felipe Zanol adia conquista do Six Days...
França vence as três categorias principa...
Felipe Zanol faz preparação para o Six D...
Pelo terceiro ano consecutivo, França fi...
Husqvarna oferece suporte para pilotos e...
França conquista o bicampeonato do Inter...
Liderança do ISDE 2014 permanece inalter...






MOTOPRESS
PHONE - 55 11 9 83816355
Desde 2001 - 2017 ® Point Comunicação