Americano Scott Simon é campeão brasileiro de motocross MX1 e MX2

BRASILEIRO MX
17/11/10

Piloto da Pro Tork garante títulos antecipados em Brasília/DF



O americano Scott Simon (Pro Tork) conquistou neste domingo, em Guará/DF, tudo o que podia no Pro Tork Brasileiro de Motocross 2010. Com um quinto lugar na MX2 e uma vitória na MX1, Scott garantiu os títulos antecipados das duas principais categorias do esporte no Brasil. A etapa deste domingo, válida pela 7ª etapa do campeonato, teve também o título de Carlos Eduardo Franco (Pro Tork) na categoria 230cc, além das vitórias de Marcello "Ratinho" Lima (Vaz/Kawasaki/Rinaldi) na MX2, Milton "Chumbinho" Becker (Pro Tork) na MX3, José Brayan Soares (Kaiani/Dipil/Lavizoo) na 65cc, e João Pedro Pinho (Brasil Racing/Fly/Dragon) na 85cc.



- Estou muito feliz. Ganhar um campeonato nunca é fácil. Trabalhei forte e treinei muito o ano inteiro justamente para alcançar esse objetivo. Agradeço o apoio de todos e principalmente dos meus patrocinadores. Estou realmente feliz com esta conquista - afirmou Scott, após a prova.


Devido à forte chuva que caiu desde a madrugada, foram cancelados os treinos da manhã. A primeira categoria a entrar na pista foi a MX3, que teve belas disputas. A vitória ficou com o catarinense Milton "Chumbinho" Becker (Pro Tork), que fizera a pole na véspera. Esta foi a segunda vitória consecutiva de Chumbinho, desde que retornou ao Brasileiro de 2010 devido a uma contusão no meio do ano.


O mineiro Nielsen Bueno (Suzuki) foi o segundo, com o líder do campeonato, o paranaense Davis Guimarães (Pro Tork), em terceiro. Com a 10ª posição de Nico Rocha (Pro Tork), garantindo 11 pontos na classificação geral, a decisão do título acontecerá apenas na última etapa, em Siqueira Campos.



Na 65cc, a briga pelas primeiras colocações foi intensa, mas quem cruzou a linha de chegada na frente foi José Brayan Padilha (Kaiani/Dipil/Lavizoo). Foi a primeira vitória de José Brayan no Pro Tork MX 2010. Após receber a bandeirada, o jovem piloto desceu da moto e comemorou bastante com o público nas arquibancadas da Pista do Cave. A segunda colocação foi de Daniel Reichhardt (Pro Moto), com Enzo Lopes (Pirelli/Freeday/Answer) em terceiro. Ainda líder do campeonato, Kioman Munhoz foi o quinto colocado.


Dono do melhor tempo no treino classificatório de sábado, o venezuelano Humberto Martin (Pro Tork/Rinaldi/Flash Power) fez o holeshot na largada da categoria MX2, mas não conseguiu se manter na ponta.


A vitória ficou com o paulista Marcello "Ratinho" Lima (Vaz/Kawasaki/Rinaldi), que impôs ritmo forte até receber a bandeirada, fazendo dobradinha com seu irmão Eduardo "Dudu" Lima (Vaz/Kawasaki/Rinaldi). Humberto Martin foi o terceiro colocado, com o gaúcho Marçal Muller (American Cross/Spy/MSR/Pro Race) em quarto.



Outro campeão brasileiro que saiu em Brasília foi Carlos Eduardo Mendes Franco. O piloto da equipe Pro Tork conquistou sua sétima vitória consecutiva no campeonato e faturou o título do Pro Tork Brasileiro de Motocross por antecipação na categoria 230cc. Wolney Ferreira (Rapozão Racing) foi o segundo, com Ismael Rojas (Conti Bier/TCM/IMS) em terceiro.


Na 85cc, com o título já nas mãos de Anderson Amaral (2B Duracell), a disputa foi forte entre os demais pilotos. A vitória foi de João Pedro Pinho, seguido por Hallex Dalfovo (Pro Tork) e Lucas Fernando Boettcher (Pref. de Três Ranchos). Lucas é sobrinho de Roberto Boettcher, campeão brasileiro de motocross na década de 70.


Fechando o dia, entraram na pista os pilotos da categoria MX1. Vencedor na MX3, Milton "Chumbinho" Becker largou muito bem e fez o holeshot, mas acabou perdendo o equilíbrio após o salto da primeira mesa e foi para a última posição. Marcello "Ratinho" travou um grande duelo com Scott Simon, que acabou conquistando a liderança, a vitória e o título. Ratinho foi o segundo, com "Dudu" Lima em terceiro, Duda Parise (Sananduva/Brasil Racing/TBT/Dash) em quarto, e Humberto Martin em quinto.


A próxima etapa do Pro Tork Brasileiro de Motocross acontece no Centro de Treinamento da Pro Tork, nos dias 27 e 28 de novembro, na cidade de Siqueira Campos/PR.

TEXTO: Adriano Winckler / IMPRENSA - CBM
FOTOS: Cesar Araujo




Notícias Relacionadas
MX2 Junior entrará na disputa da 3ª etap...
3ª etapa será a penúltima rodada para ca...
Campano vence em SC e é líder na MX1 no ...
Confira a programação da 2ª etapa do ...
Santa Catarina volta a receber Brasileir...
Dudu vence 1ª bateria da MX1 no Brasilei...
Confira detalhes sobre as categorias em ...
Brasileiro de Motocross anuncia patrocin...
Abertura do Brasileiro de Motocross será...
Brasileiro de Motocross PRÓ terá mudança...
 
Mais Lidas
A sétima etapa do Campeonato Brasileiro ...
Brasileiro MX - Canelinha terá big jump ...
Scott Simon da vitória a equipe Pro Tork...
João Paulino “Marronzinho” chega em quin...
Jorge Balbi Jr. vence a MX1 em Siqueira ...
Veja matéria completa da final do Brasil...
Motódromo de Carlos Barbosa vai receber ...
Americano Scott Simon é campeão brasilei...
Não existem mais invictos no Brasileiro ...
Estrangeiros dominam 5ª etapa do Brasile...






MOTOPRESS
PHONE - 55 11 9 83816355
Desde 2001 - 2017 ® Point Comunicação