Equipe brasileira evolui no segundo dia e esperança na classificação aumenta

MX DAS NAÇÕES
22/09/10

Equipe brasileira do Motocross das Nações ficou definida assim: Jorge Balbi (Open), Anderson Cidade (MX) e Pipo Castro (MX2)



Depois de mais um dia de testes a equipe brasileira do Motocross das Nações está pronta para a estreia na 64ª edição do evento. Com os três atletas definidos

Pipo Castro se adaptou muito bem a 250cc e os resultados dentro da pista estão aparecendo

-Jorge Balbi (Open), Anderson Cidade (MX1) e Pipo Castro (MX2) – decididos como representante nacionais, o time buscará a quarta classificação consecutiva no maior evento off-road do planeta.

O segundo dia de teste foi bastante proveitoso e, além da definição do terceiro integrante, a equipe Triplo XXX conseguiu chegar a um acerto satisfatório nas três motocicletas do time. Balbi, assim como ontem (21) comandou o segundo dia de testes. O mineiro é uma das principais armas da equipe e usará sua experiência para ajudar na classificação no próximo sábado (26).

Quem também tem se destacado durante os treinamentos que antecedem o Nações é o catarinense Pipo Castro. Vice-líder do nacional na categoria MX1, Pipo está pilotando uma Kawasaki de 250cc, porém, já demonstrou estar adaptado ao novo equipamento e tem conseguido resultados realmente impressionantes.

Anderson Cidade, que acabou sendo o escolhido para substituir os paulistas Marcello Lima, o Ratinho, e Thales Vilardi, que inicialmente integravam a seleção, mas devido a acidentes na etapa de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, ficaram impedidos de competir, também conseguiu entrosar-se com os novos companheiros.

Anderson Cidade foi escolhido como substituto e competirá na categoria MX1



Outro fato que vale ser destacado é a união de toda a equipe, que tem trabalhado de forma conjunta e concisa durante este primeiros dias em Denver. Quem também

JOrge Balbi tem tido excelentes desempenhos durante a semana de testes

ressaltou a união de todos foi o  coordenador técnico da seleção Eduardo Appel “Este segundo dia, embora a pista não tenha sido o que a gente imaginava, eu achei que foi extremamente positivo. Conseguimos achar o acerto de todas as motos, os pilotos ficaram satisfeitos com as motocicletas e o Anderson conseguiu se encaixar muito bem com o equipamento e com os companheiros. Eu saiu daqui muito motivado e é importante ressaltar o trabalho de todos da equipe, que pode ser definido como impecável”.

Amanhã os pilotos conhecerão a pista de Thunder Valley, local que será, no próximo fim de semana, a sede do 64º MX das Nações.



Equipe Brown Motorsports tem realizado um grande trabalho junto a seleção brasileira

 





Notícias Relacionadas
Eduardo Lima, Fabio Santos e Ramyller, s...
Grã-Bretanha, Atterley BACIA será a sede...
Jean Ramos e Fabio Santos falam de seus ...
Três vezes França, sai na frente como gr...
Contagem regressiva faz pilotos intensif...
Motocross das Nações 2016: time brasilei...
MXoN: Correndo em casa, França defende o...
MXoN: O que esperar do Motocross das Naç...
MXoN: Team Brasil se instala e faz prime...
França vence o Nações 2014...
 
Mais Lidas
Equipe americana apresenta uniforme que ...
História do Brasil no Motocross das Naçõ...
Monster Energy Motocross of Nations 2011...
Equipe brasileira do MX das Nações tem p...
Balbi põe Brasil de novo na final do Mot...
Equipe brasileira evolui no segundo dia ...
Dungey desequilibra e EUA é campeão mais...
Pilotos de Team Brasil disputam o campeo...
Sexta-feira agitada no Motocross das Naç...
Estados Unidos vence e mantém a hegemoni...






MOTOPRESS
PHONE - 55 11 9 83816355
Desde 2001 - 2017 ® Point Comunicação