A sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross foi marcada por grandes emoções e fortes disputas

BRASILEIRO MX
22/08/09

Largada categoria MX2

A sétima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross foi marcada por grandes emoções e fortes disputas nas quatro provas disputadas no motódromo Wilson Yasuda, em Cachoeiro de Itapemirim, ES. Wellington Garcia (Honda/Oakley/ASW) saiu como bicampeão Brasileiro nas categorias MX1 e MX2 e Marcos Roza (Novamoto/Abril Seguros) é o novo campeão na CRF230.

Entretanto, Wellington Garcia é campeão legítimo na MX2, mas, na MX1, o título será decidido judicialmente. Na última quarta-feira, 12 de agosto, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro derrubou uma liminar que permitia a alguns pilotos, como o então vice-líder João Paulino Marronzinho (Pro Tork/Rinaldi/Motoshop), a utilizar pneus diferentes dos especificados no regulamento.

Com a queda da liminar, esses pilotos perderam os pontos conquistados nas provas em que correram com outros pneus. Como ainda cabe recurso, os competidores penalizados ainda podem recorrer da decisão, o que adia a confirmação do título da

MX1.

O piloto da Pro Tork João Paulino Marronzinho venceu de forma brilhante a etapa capixaba

Na pista, o catarinense João Paulino Marronzinho venceu de forma brilhante a etapa capixaba. Marronzinho não fez um bom início de corrida, mas, a partir da segunda metade da prova, retirou uma diferença de sete segundos e, conseqüentemente, retirou também a vitória das mãos de Wellington Garcia.

“O Wellington estava muito rápido no início. Tentava chegar e ele abria, estava muito difícil. Quando percebi que dava para chegar, senti que era a hora de passar. Deu certo e foi bom para embolar de vez esse campeonato”, destacou.

O goiano terminou a prova da MX1 em segundo e, mesmo assim, comemorou muito com a equipe a conquista do campeonato da MX1. “Esse título é importante para mim ainda mais de forma antecipada. Foi uma boa disputa, a minha moto apagou, ele (Marronzinho) colou em mim, tentei recuperar, mas bati na traseira dele e caí. Agora é ir com tudo para um tira-teima na etapa final no Rio”, disse.

Pipo Castro (2B Racing/i9/Cons. Realizar) novamente fez uma boa prova e terminou na terceira colocação, se consolidando na vice-liderança do campeonato. O cansaço é visível ao final da prova, mas os pilotos precisam cuidar bastante do preparo físico. “É realmente muito puxado. Corri em duas categorias, mais os treinos, entrei seis vezes na pista, o que é muito desgastante e é preciso usar a cabeça nessas provas”, ressaltou.

Swian Zanoni (Honda/Mobil/Pirelli) também se destacou em Cachoeiro de Itapemirim ao conquistar um grande quarto lugar. O piloto caiu na primeira curva, mas buscou a recuperação de forma impressionante e subiu ao pódio. Rafael Faria (Brasil Racing/KTM/Castello Works) terminou com a quinta colocação.

MX2

Thales Vilardi venceu a sétima etapa da categoria MX2

Numa prova emocionante, a MX2 contagiou o público em Cachoeiro de Itapemirim e deu a primeira alegria do dia para Wellington Garcia. Cheia de alternativas, quatro pilotos estiveram na liderança. Na largada, Eduardo Lima (Honda/Mobil/ASW) fez o holeshot, mas Roosevelt Assunção (Suzuki/Petrobras/Brasil Racing) assumiu a ponta, com Pipo Castro em segundo.

Brasil Racing comemorou o segundo lugar com Rafael Faria que fez uma exelente prova, inclusive, liderando boa parte da prova

Na sexta volta, Pipo assumiu a liderança numa grande disputa com Roosevelt. Entretanto, ambos não mantiveram o ritmo e foram ultrapassados por Rafael Faria e Thales Vilardi (Honda/Pirelli/Mobil). Nova briga se iniciou entre o paranaense e o paulista e, a quatro voltas para o final da prova, Thales foi para a liderança e venceu a sétima etapa.

Wellington Garcia tornou-se bicampeão brasileiro de Motocross na classe MX2

Com a quarta colocação, Wellington Garcia conquistou o bicampeonato da MX2. De forma consciente, o goiano controlou a prova para levar o título. “Vim pra cá com uma grande vantagem, vi que todos queriam muito a vitoria, preferi vir na minha e conquistei o titulo por antecipação”, destacou. Pipo Castro completou a prova em terceiro e Roosevelt Assunção em quinto.

Eduardo Lima comemorou o holeshot da MX2 e ainda lecvou um cheque de R$ 300


85cc

Prova muito confusa na 85cc

Everaldo Filho (Honda Racing/ASW) foi o vencedor de uma prova muito confusa na 85cc. Tauan Brenner (Honda/Toni Center/Sol Motos) fez boa largada, mas a liderança durou pouco. Antes mesmo do término da segunda volta Anderson do Amaral (Irrigação Borborema/Dash/Vortx) e Endrews Armstrong (Dunas/General/Motul) assumiram as duas primeiras posições.

Quatro acidentes, sendo dois ao mesmo tempo, ocasionaram a paralisação definitiva da prova. O então vice-líder do campeonato Thiago Formehl (Honda/Mobil) se envolveu em um deles. Num choque com Raul Faustino (sem patrocínio), o piloto mato-grossense, que disputava o título, perdeu em Cachoeiro a chance de brigar pelo campeonato.

Anderson Amaral terminou em segundo na 85cc. Líder do campeonato, o paranaense Endrews Armstrong(Dunas Kids)terminou em terceiro, seguido por Leonardo Lizott (Pref. Sertão/IMS/Spy-MX Goggles) e Kaio Miranda (Fox/Oakley/RR Motos).


CRF 230

Marcos Roza de Moraes (Nova Moto/IMS/Abril Seguros) venceu tranquilamente a quinta prova na temporada e conquistou o título da CRF230 antes mesmo do final da prova. Nivaldo Viana (2B Racing/Sanmell) era o único piloto que poderia adiar a conquista de Roza, mas abandonou a corrida, antecipando a decisão do campeonato.

Os pilotos e equipe Nova Moto/IMS/Abril SEGUROS comemoram o título


Ano passado, Moraes esteve perto do título, mas em 2009 a conquista veio de forma mais sossegada. “Esse ano deu tudo certo e a galera aqui ajudou muito. Estou muito emocionado”, declarou.

O gaúcho Anderson Alberton fez o holeshot


O gaúcho Anderson Alberton (Avtec/Gemir/Dash) conquistou ainda mais a simpatia do público na sétima etapa. O piloto fez o holeshot e assumiu a liderança da prova até ser superado por Marcos Roza. Alberton continuou na segunda posição da prova até ser ultrapassado por Richard Nunes, o Piaba (Pro Race Preparações/Fox/Posto Bodão), que voltou ao pódio da categoria nessa posição.

Anderson Alberton

Murilo Scisci (IMS/Pro Taper/Polisport) conquistou a terceira posição da prova, após uma punição a Anderson Alberton. Devido a um problema no escapamento, o gaúcho foi punido em 10s, caindo para a quarta posição. Fechando o pódio da categoria, Evilásio Júnior (RN Motos/O Verdurão) subiu ao pódio em quinto.

Milton Becker, o Chumbinho (Pro Tork/TBT/D1Pro) venceu a prova


Na MX3 Cristiano Lopes (BM Motos Jundiaí/IMS/W3) levou o título apesar de terminar a corrida na segunda colocação. Liderou parte da prova, mas perdeu a ponta para Milton Becker, o Chumbinho (Pro Tork/TBT/D1Pro), que venceu a quarta prova seguida no ano. Mantendo a regularidade, Lopes segurou a pressão de Mariana Balbi (2B Racing/i9/Mart Plus) nas quatro voltas finais para conquistar o trunfo.

Mariana Balbi voltou ao pódio na categoria MX3

“Sabia que precisava ser o segundo porque senão eu levava a decisão para a última prova. Saio daqui com o título, o meu quarto em brasileiros, e vamos comemorar muito hoje. Ganhei nas etapas que precisava e mantive a regularidade nas outras. Isso é que faz um campeão”, finalizou o vencedor.

Fora das duas primeiras etapas por conta de uma contusão em treinos, Milton Becker deixa para 2010 a possibilidade de conquistar o 15º título brasileiro. “Adoro andar nessa pista que realmente é uma pista legítima de motocross, larga, tem muitas subidas, descidas e facilita a recuperação de posições.

Mariana Balbi (2B Racing/i9/Mart Plus)

Mariana Balbi se recuperou dos erros das duas últimas etapas e voltou ao pódio da MX3 com a terceira colocação. Nicomedes Filho (Pro Tork/American Cross/Bola de Neve) foi o quarto e Alexandro Martins (Toque de Pele/VHM/Lj. Kátia) fechou o pódio na quinta colocação.

MXJr

Das provas realizadas no sábado, somente na MXJr o campeonato não se decidiu

Das provas realizadas no sábado, somente na MXJr o campeonato não se decidiu. Eduardo Lima, o Dudu (Honda/Mobil/ASW), e Gabriel Gentil (Rinaldi/Motoshop/Shift) fizeram uma boa briga, com vantagem para o piloto do Team Honda, que abriu boa vantagem e venceu confortavelmente.

“Gostaria de dedicar a vitória para o meu irmão que está contundido e, hoje, graças a Deus deu tudo certo para mim”, declarou o vencedor.

Líder do campeonato com 152 pontos, Rodrigo Rodrigues (Honda/Mobil/Posto Max Center) terminou a prova na quarta colocação. Entretanto, o piloto demonstra cautela para falar sobre a conquista do campeonato. “Melhorou um pouco aumentando a minha vantagem, mas só devemos comemorar depois que a prova termina, ainda não tem nada ganho, nada confirmado”, ressaltou.

O Piloto da Rinaldi Gabriel Gentil, voltou ao pódio com a segunda colocação, quebrando a hegemonia de 100% obtida pelo Team Honda nas duas últimas provas

Hector Assunção (Honda/ASW/NGK) terminou a corrida em terceiro e está a apenas um ponto de Gustavo Takahashi (Honda/Pirelli/Mobil), que terminou em quinto, mas se mantém em segundo na tabela de classificação da MXJr.

65 e 50cc

Enzo Lopes (leomotos.com.br/Freeday) conquistou o Campeonato da categoria 50cc de 2009. O piloto voltou à pista para vencer pela primeira vez na carreira a classe 65cc

Nas categorias infantis, o gaúcho Enzo Lopes (leomotos.com.br/Freeday) e o catarinense Rodrigo Riffel (LEM Corse/EMX/ASW) confirmaram as expectativas e conquistaram os campeonatos na 50cc e 65cc. Para Enzo, que completa dez anos de idade neste domingo, a alegria foi em dose tripla, já que além do campeonato, venceu as provas dessas duas baterias.

Rodrigo Riffel levou o título da 65cc

Com a segunda colocação na prova desse sábado, Rodrigo Riffel levou o título da 65cc. Apesar de não ter feito um bom começo de prova, o piloto da LEM Corse recuperou as posições e se consagrou em Cachoeiro. José Brayam Soares (Kaiani Malhas/Podium Motos/Dipil Valivoo) terminou em terceiro, Pedro Henrique Bueno (Castello Works/Brasil Racing/R2) foi o quarto colocado e Kioman Navarro fechou o pódio da 65cc em quinto.

Enzo lopes comemora o título ...

Na 50cc Gabriel Gomes (Chulin Moto/Sementes Vedovati/SK Sport) foi o segundo colocado, quase 30 segundos atrás do vencedor. Arthur Todeschini (Expresso Sul Transportes) ficou com a terceira posição, Lucas Cuzuol (Sem patrocínio) em quarto e Gulherme Rodrigues (GPC Veículos/Odilon Motos) completou os cinco primeiros.

Resultados

MXJr
Motos 2T de 100 cc até 150cc e 4Tde 100 cc até 250 cc
Pilotos homens de 13 a 17 anos e mulheres de 13 até 25 anos

1 (338) Eduardo Lima (Honda/Mobil/ASW)
2 (31) Gabriel Gentil (Rinaldi/Motoshop/Shift)
3 (30) Hector Assunção (Honda/ASW/NGK)
4 (32) Rodrigo Rodrigues (Honda/Mobil/Posto Max Center)
5 (41) Gustavo Takahashi (Honda/Pirelli/Mobil)

MX3
Motos 2Tde 100cc até 250 cc e 4Tde 175 cc ate 450 cc
Pilotos Homens de 35 a 55 anos e mulheres de 21 a 55 anos

1 (1) Milton Becker (Pro Tork/TBT/D1Pro)
2 (26) Cristiano Lopes (BM Motos Jundiaí/IMS/W3)
3 (39) Mariana Balbi (2B Racing/i9/Mart Plus)
4 (16) Nicomedes Filho (Pro Tork/American Cross/Bola de Neve)
5 (33) Alexandro Martins (Toque de Pele/VHM/LJ Katia)

65cc
Motos 2T de 59cc até 65 cc
Pilotos de 7 a 12 anos

1 Enzo Lopes (leomotos.com.br/ Freeday)
2 (5) Rodrigo Riffel (LEM Corse/EMX/Tholokko)
3 (15) Jose Brayan Soares (Kaiani Malhas/Podium Motos)
4 (35) Pedro Henrique Bueno (Castello Works/Brasil Racing/R2)
5 (8) Kioman Navarro (Rinaldi/Toni Bala/Americancross)

50cc
Motos 2T até 50 cc, monomarcha, automática, aro 10`` na traseira e ate aro 12`` na dianteira
Pilotos de 4 a 9 anos

1 (2) Enzo Lopes (leomotos.com.br/ Freeday)
2 (143) Gabriel Santos (Chulin Moto/Sementes Vedovati)
3 (23) Arthur Todeschini (Expresso Sul Transportes)
4 (144) Lucas Cuzuol (sem patrocínio)
5 (104) Guilherme Rodrigues (GPC Veículos/Odilon Motos)

MX130min+2voltas
Motos 2Tde 100cc até 250 cc e 4Tde 175 cc ate 450 cc.
Pilotos de 15 a 50 anos

1 (1) João Paulino “Marronzinho” (Pro Tork/Rinaldi/Motoshop) – 34:58.705
2 (21) Wellington Garcia (Honda/Oakley/ASW) + 16.621
3 (13) Pipo Castro (2B Racing/i9/Mart Plus) + 58.195
4 (12) Swian Zanoni (Honda/Mobil/Pirelli) + 1:17.661
5 (37) Rafael Faria (Brasil Racing/KTM/Castello Works) + 1:25.495


MX2 30min+2voltas
Motos 2T de 100 cc ate 150 cc e 4Tde 175 cc ate 250 cc.
Pilotos de 15 a 50 anos

1 (17) Thales Vilardi (Honda/Pirelli/Mobil) – 33:46.126
2 (37) Rafael Faria (Brasil Racing/KTM/Castello Works) + 5.459
3 (13) Pipo Castro (2B Racing/i9/Mart Plus) +22.696
4 (21) Wellington Garcia (Honda/Oakley/ASW) +55.721
5 (4) Roosevelt Assunção (Suzuki/Petrobras/Brasil Racing) +57.379

85cc 20min+2voltas
Motos 2T de 70cc até 105 cc e 4T de 75cc até 150 cc.
Pilotos homens de 11 a 15 anos e mulheres até 17 anos

1 (5) Everaldo Filho (Honda Racing/ASW) – 10:05.243
2 (8) Anderson do Nascimento (Irrigação Borborema/Dash/Vortx) + 9.082
3 (4) Endrews Armstrong (Dunas/General/Motul) + 9.565
4 (6) Leonardo Lizott (Pref. Sertão/IMS/SPY-MX Goggles) + 16.308
5 (104) Kaio Miranda (Fox/Oakley/RR Motos) + 26.256

CRF23015min+2 voltas
Motos 230 Honda.
Pilotos de 14 a 55 anos

1(113) Marcos Moraes (Novamoto/Abril Seguros) – 20:39.653
2 (97) Richard Nunes “Piaba” (Pro Race Preparações/Fox/Posto Bodão) +11.284
3 (917) Murilo Scisci (IMS/Pro Taper/Polisport) +22.222
4 (147) Anderson Alberton (Avtec/Gemir/Dash) +27.799
5 (29) Evilásio Júnior (RN Motos/O Verdurão) +31.648

Redação:Yes Sports
Fotos: Cesar Araujo





Notícias Relacionadas
MX2 Junior entrará na disputa da 3ª etap...
3ª etapa será a penúltima rodada para ca...
Campano vence em SC e é líder na MX1 no ...
Confira a programação da 2ª etapa do ...
Santa Catarina volta a receber Brasileir...
Dudu vence 1ª bateria da MX1 no Brasilei...
Confira detalhes sobre as categorias em ...
Brasileiro de Motocross anuncia patrocin...
Abertura do Brasileiro de Motocross será...
Brasileiro de Motocross PRÓ terá mudança...
 
Mais Lidas
A sétima etapa do Campeonato Brasileiro ...
Brasileiro MX - Canelinha terá big jump ...
Scott Simon da vitória a equipe Pro Tork...
João Paulino “Marronzinho” chega em quin...
Jorge Balbi Jr. vence a MX1 em Siqueira ...
Veja matéria completa da final do Brasil...
Motódromo de Carlos Barbosa vai receber ...
Americano Scott Simon é campeão brasilei...
Não existem mais invictos no Brasileiro ...
Estrangeiros dominam 5ª etapa do Brasile...






MOTOPRESS
PHONE - 55 11 9 83816355
Desde 2001 - 2017 ® Point Comunicação