Preservação do meio ambiente é prioridade no 15º Rally dos Sertões. Mulheres também marcam presença. Confira

RALLY DOS SERTÕES
06/08/07

Texto e Fotos: Divulgação

Goiânia (GO) – Poeira, planilhas, motores a mil e 4.776 quilômetros pelo interior do país. Esses e muitos outros desafios aguardam seis mulheres que aceitaram encarar a 15a edição do Rally Internacional dos Sertões. O evento terá início nesta quarta-feira em Goiânia (GO), com o prólogo e a largada promocional em frente ao shopping Flamboyant. A chegada será dia 17 de agosto em Salvador (BA).

Tipicamente masculina, a modalidade rali cross country recebeu de braços abertos as representantes femininas. Nesta temporada, elas estarão entre os carros, as motos e até os caminhões – não haverá mulheres apenas entre os quadriciclos.

Liliane Santos, de Brasília, é a única que enfrentará as trilhas do sertão brasileiro a bordo de um caminhão, ao lado do piloto Ricardo Augusto Campos e do co-piloto Josué Paniago Pereira. Ela será responsável pela navegação na categoria T4.1, que inclui máquinas que pesam entre 3.500 e 4.800 quilos.

“Além de jipeiros, somos colegas de trabalho. Em 2005, fiquei sabendo que o Ricardo estava querendo participar do Sertões e perguntei se havia lugar para mim. Ele respondeu que sim e participei como apoio. Estreei como navegadora no ano passado, mas nosso caminhão quebrou e não conseguimos completar a prova quando estávamos em terceiro lugar. Agora queremos chegar bem em Salvador, com uma boa classificação”, comentou Liliane.

Ela afirma que nunca sofreu qualquer tipo de preconceito por ser mulher. “Pelo contrário, todos nos recebem muito bem e nos enxergam com admiração. Existe até um certo cuidado com as mulheres do Rally dos Sertões por parte de pilotos, navegadores e mecânicos”, concluiu.

Confira as mulheres que estarão no Sertões 2007:

Liliane Santos da Silva (navegadora)
Caminhões - T4.1 (3.500Kg a 4.800Kg)
Brasília

Helena Regina Soares (navegadora)
Carros - Production Light
Aparecida de Goiânia (GO)

Doris Van Hees (navegadora)
Carros - Production Diesel
São Paulo (SP)

Moara Sacilotti
Motos - Marathon Até 450cc
São José dos Campos SP

Helena Deyama (piloto)
Carros - Super Production
São Paulo (SP)

Joseane Koerich (navegadora)
Carros - Super Production
Florianópolis (SC)

Marieta Moraes
Motos - Marathon Aberta
Palmas (TO)

Enquanto aguardam a largada promocional para a 15ª edição do Rally dos Sertões, nesta quarta (8) em Goiânia (GO), pilotos, equipes e organizadores têm compromisso marcado com o meio ambiente. Antes mesmo do prólogo, todos receberão a visita da equipe Os Canastras, grupo responsável por neutralizar o impacto ambiental por onde a prova passa.

A equipe entregará cartilhas, sacos plásticos de cem litros, sacolinhas para os carros e cinzeiros para que ninguém jogue pontas de cigarro no chão. Serão indicados também onde estarão os coletores de óleo, de pilhas e da área de concentração do lixo.

Além disso, depois da partida do último veículo em cada etapa, os Canastras seguirão o percurso da prova, recolhendo qualquer tipo de detrito.

A idéia de levar o grupo Canastras para o Rally dos Sertões foi alinhada por Simone Palladino, diretora executiva da Dunas Race. “Há sete anos tratamos a questão do meio ambiente de forma profissional. É prazeroso ver o trabalho realizado no dia seguinte, saber que por ali passou um grande evento com milhares de pessoas e centenas de veículos e que os impactos ambientais foram cuidadosamente controlados”, afirma.

O maior destaque da ação é a coleta de óleo derramado no solo. “Isso exige uma série de procedimentos para a contenção do produto. São horas para recolher o óleo derramado, aplicar o absorvente industrial que utilizamos e, muitas vezes, se é uma capotagem, o pára-brisas também está caído e este é outro procedimento demorado, pois temos que recolher e embalar tudo para um transporte seguro”, explica Flávio Piassi, responsável pela ação dos Canastras.

Todo o óleo trocado no final do dia nos boxes é recolhido e nada ficará para o ambiente. Essa preocupação da Dunas é inédita nos ralis e já atravessou fronteiras. O trabalho está sendo reconhecido internacionalmente – tanto que Simone Palladino foi convidada para ministrar palestra sobre o assunto na Suíça em outubro. “Não deixamos nada para trás”, afirma a executiva.

Em 2006, foram recolhidos cerca de 800 quilos de pneus, fibras e demais pedaços dos carros de competição que se soltam e caem pela especial.

O grupo Canastras é formado por quatro integrantes fixos, que desde o ano passado contam com o auxílio dos moradores dos municípios de onde o rali pernoitou. “Essas pessoas tiveram acesso aos nossos procedimentos, sentiram o cuidado que temos com a questão do lixo gerado e retribuíram com dedicação e satisfação por estarem fazendo parte do evento”, seguiu Piassi.

Há dois anos, juntamente com o Instituto Ambiental Viatrips, os Canastras realizam ações nos boxes, onde através de conscientização e distribuição de material de coleta gerenciava-se todo o lixo gerado na área de boxes em cada cidade.

 

 

 

 






Notícias Relacionadas
Inscrições para a histórica edição de 25...
Rally dos Sertões terá pilotos de todas ...
Divino Fogão é o novo patrocinador do Ra...
Rally dos Sertões – 25 anos anuncia rote...
Rally dos Sertões divulga roteiro da pro...
Rally dos Sertões: Jean Azevedo fatura o...
Rally dos Sertões: Jean Azevedo retoma o...
Rally dos Sertões: Ramon Sacilotti vence...
Rally dos Sertões: Ramon Sacilotti leva ...
Rally dos Sertões: Jean Azevedo conquist...
 
Mais Lidas
Conheça um pouco mais da equipe Yamaha q...
A 15ª edição do Rally Internacional dos ...
Preservação do meio ambiente é prioridad...
Zé Hélio apresenta nova equipe e comenta...
Líder dos quadriciclos pode deixar Rally...
Rally dos Sertões 2006 abre incrições an...
José Hélio conquista pentacampeonato do ...
Pilotos sofrem com terceiro dia difícil ...
Mulher na pilotagem e no samba. A receit...
Rally do Sertôes chega ao seu nono dia...






MOTOPRESS
PHONE - 55 11 9 83816355
Desde 2001 - 2017 ® Point Comunicação