Taió encerra a temporada 2016 do Velocross.

VELOCROSS
21/11/16

 Confira os campeões
Texto: Reportagem FCM - com informações de Tiago Wolf - Fotos: Carina Raquel da Silva / Tiago Wolf
 

Os pilotos Lucas Gadotti (VX1), Braz dos Santos (VX3), Fabiano Bernardo (Intermediária Especial), Edinilson Batista (Nacional Força Livre), Jeferson Gardini (Nacional 230cc PRÓ), Gean Telmo Pompeu da Silva (Nacional Estreante 230cc), Fernando Tironi (Nacional Standard 230cc), Ralf Schaefer (Nacional 160cc), Anthonny Gervásio  (65cc) e Kauã Kannenbelg (Minimotos) são os campeões do Campeonato Catarinense de Velocross 2016 que foram definidos no domingo passado, dia 13 de novembro, em Taió. Outras cinco categorias já largaram com os campeões definidos:  Gadotti (VX2), Braz (VX4), Anthonny (Júnior), e ainda Wandrey Niels (VX3 Nacional) e Itamar Rodeski Bourscheidt (VX4 Nacional).

Em Taió a competição foi realizada na pista do Rancho Halla´s, local que já havia recebido provas regionais de velocross e de enduro, e pela primeira vez recebeu uma prova do estadual. O traçado usa a inclinação natural do terreno, num circuito de alta velocidade, que em alguns trechos, lembra a lendária pista de Witmarsun. Como toda final, não faltou emoção, disputas intensas e muitas surpresas. Edinilson Batista, o Dito, foi um dos grandes nomes da etapa, ao vencer as duas categorias que disputou, a VX1 e a Nacional Força Livre.

Pela VX1, Dito não fez boa largada, mas foi ganhando ritmo e subindo posições a cada volta. Na metade da bateria Dito se aproximou do líder Lucas Gadoti e começou a intensa disputa. Lucas resistiu alguma voltas, mas Dito se manteve firme  até conseguiu ultrapassar.

Lucas que tinha boa vantagem na classificação preferiu não arriscar e manteve na segunda posição, no mesmo ritmo do líder até o final. Luiz Zimermann voltou ao pódio, ocupando a terceira colocação. Com o resultado Lucas confirmou o título da VX1, com Dito garantindo o vice-campeonato. Em terceiro na classificação ficou Luciano de Oliveira, com um ponto de vantagem sobre Zimermann, 148 a 147 pontos.

Pela VX2 Fabiano Bernardo saiu na frente, enquanto Lucas Gadotti não fez boa largada e foi ganhando ritmo e posições. Na terceira volta Lucas encostou no líder e duas voltas depois assumiu a primeira posição.  Mesmo de moto emprestada Lucas imprimiu um bom ritmo e foi distanciando. Porém no final da bateria, acabou se desconcentrando com um retardatário e acabou indo ao chão. Fabiano não desperdiçou a oportunidade e assumiu a ponta e acelerou até confirmar a vitória. Lucas ficou em segundo, com Julio Wessling completando os três primeiros.

Pela Intermediaria Especial, Fabiano saiu na frente e venceu de ponta a ponta, para garantir o título da categoria com vitórias nas sete baterias que disputou. Alison da Silva terminou isolado na segunda posição, enquanto a disputa foi intensa pela terceira e quarta posição, com Nathan Cavilha chegando pouco a frente de Cauê Kepler da silva.

Entre os veteranos da VX3 Leandro Lemos dominou a prova e venceu de ponta a ponta. Leandro retornou as competições após um tempo afastado mostrou que mantém a mesma velocidade. Braz dos Santos garantiu a segunda posição, pouco a frente de Fabiano Ribeiro.

Entre os participantes da VX4, Braz ficou com a vitória, garantindo assim o título nas duas categorias.

Na Nacional Força livre Dito saiu na frente, seguido por Jacson Pinguin. Na terceira volta, Pinguin teve problemas na mangueira de combustível e perdeu contato com os líderes. Dito chegou a abrir boa vantagem, enquanto Jean Groskofp e Luiz Gustavo Fila disputavam a segunda posição. Luiz superou Jean e foi ganhando ritmo a cada volta. No final da bateria, Luiz encostou no líder e pressionou durante as duas ultimas voltas. Dito manteve o ritmo e confirmou mais uma vitória, junto com o título de 2016.

Pela Nacional 230cc Pro, disputa intensa até o final. Jean Grosskopf saiu na frente seguido de perto por Maicon Kraemer e Jeferson Gardini. Após algumas voltas, Jeferson foi pra cima dos líderes, mas acabou errando e caindo fora da pista.  Maicon então foi pra cima do líder e conseguiu passar depois de algumas voltas. Na últimas voltas Maicon começou a abrir um pouco quando teve um pneu furado e teve que diminuir o ritmo. Jean aproveitou para vencer a prova. A disputa pela segunda posição foi intensa nas últimas voltas, com Carlos Schafer chegando pouco a frente de Eduardo Correia e Alex Vargas. Jeferson Gardini completou com a oitava posição, o suficiente para garantir o título da temporada.

Gean da Silva começou liderando a Nacional 230 Estreante, seguido de perto por Carlos Schaffer e Jaime Mendes. Carlos pressionou Gean por várias voltas, mas Gean não cedeu e garantiu mais uma vitória.

Pela Nacional 160cc, a disputa entre Marlon Morh e Ralf Schaffer se repetiu. Marlon liderou a maior parte da prova, mas acabou errando no final e Ralf venceu mais uma, confirmando o título da temporada.

A categoria que teve o maior número de pontuadores na temporada foi a Nacional 230cc Standart com 30 pilotos no total. Nessa etapa o piloto da casa Maicon Kraemer andou como convidado e esquentou a disputa. Maicon saiu na frente e foi pressionado por Fabiano Bertotti. Fabiano pressionou por várias voltas, mas acabou caindo e perdendo contato com o líder. Fernado Tironi que vinha na terceira posição foi pra cima de Fabiano, mas o piloto manteve o ritmo e garantiu a segunda posição.  Como Maicon não pontua na categoria, Fabiano ficou com a vitória, Fernado em segundo e Raulino Neto pontuou na terceira posição.

As categorias VX3 e VX4 Nacional largaram juntas com os pilotos da VX4 saindo na frente. Moacir Esidiu pulou na frente, seguido por Gian Reinert.  Na segunda volta Gian caiu e Moacir seguiu sozinho até a metade da bateria quando Emerson Varela se aproximou e começou a lutar pela liderança. Nas últimas duas voltas Itamar Bourscheidt chegou na disputa chegando os três pilotos juntos. Moacir confirmou a vitória pela VX4 Nacional, com Itamar em segundo e Gian em terceiro.

Entre os pilotos da VX3 Nacional, Emerson Varela foi o primeiro, Itamar ficou em segundo e José Almir da Luz fechou os três primeiros. 

Na categoria Júnior disputa intensa até metade da prova. Eduardo Antunes de Paula saiu na frente e suportou a pressão de Caue Kepler da Silva até metade da bateria, quando esse conseguiu passar e abrir uma pequena vantagem. Erick Caetano andou junto aos líderes no inicio, mas foi perdendo contato e terminou isolado na terceira posição. 

Anthonny Gervásio fez uma prova perfeita e venceu de ponta a ponta a 65cc. Vinicius Boing andou algumas voltas em segundo até ser superado por Erick Caetano que finalizou com a segunda posição. 

Entre as minimotos, Kauã Kannenberg ficou em primeiro entre os filiados em SC e garantiu o título da categoria. O gaúcho Pedro Ribeiro foi o segundo e Davi Hohappel pontuou em terceiro. 

Resultado da etapa de Taió

Categoria VX1
1) - Edinilson Batista - 16:43.261
2) - Lucas Agostini Gadotti - 9.595
3) - Luiz Henrique Zimmermann - 19.344
4) - Luciano de Oliveira - 42.593
5) - Julio Cesar Wessling - 50.393

Categoria VX2
1) - Fabiano Bernardo - 16:51.240
2) - Lucas Agostini Gadotti - 1.796
3) - Julio Cesar Wessling - 30.955
4) - Sebastiao da Silva Junior - 1 Volta
5) - Alison de Souza - 1 Volta

 Categoria VX3 Esp.
1) - Leandro Matos Lemos - 13:56.290
2) - Braz dos Santos - 12.018
3) - Fabiano Ribeiro - 18.891
4) - Gustavo Visoto - 46.743
5) - Jose Almir da Lus - 1 Volta

Categoria VX3 Nacional
1) - Emerson Varela da Silva - 13:38.058
2) - Itamar Rodeski Bourscheidt - 1.908
3) - Jose Almir da Lus - 23.139
4) - Adriano Pupp - 33.539

Categoria VX4 Esp.
1) - Braz dos Santos - 14:08.308
2) - Fabiano Ribeiro - 18.891
3) - Gustavo Visoto - 46.743
4) - Leonardo Starke - 47.422
5) - Juliano Olinger - 1 Volta
6) - Cleonisio Luis Hessmann - 1 Volta

Categoria VX4 Nacional
1) - Moacir Santo Esidio - 13:37.579
2) - Itamar Rodeski Bourscheidt - 2.387
3) - Gian Mastroiani Reinert - 12.191
4) - Adriano Pupp - 34.018
5) - Maurício Círico - 1 Volta

Categoria 65cc
1) - Anthonny Jose Gervasio - 12:24.772
2) - Erik Mateus Caetano - 3.796
3) - Vinicius Boing - 18.715
4) - Everton Nazario Magnani - 55.202
5) - Caua Hostin da Silva - 5 Voltas

Categoria Intermediaria Especial
1) - Fabiano Bernardo - 13:57.498
2) - Alisson Baron da Silva - 22.663
3) - Nathan Cavilia de Liz - 24.227
4) - Caue Kepler Pauli da Silva - 24.891
5) - Alison de Souza - 1 Volta
6) - Rafael Antunes de Paula - 1 Volta

 Categoria Júnior
1) - Caue Kepler Pauli da Silva - 14:11.766
2) - Eduardo Antunes de Paula - 4.240
3) - Erik Mateus Caetano - 6.708
4) - Joao Alfonso Claudino dos Santos - 11.283
5) - Deiwidy Willian Maziero - 1 Volta

Categoria Mini Motos
1) - Kauã Kannenbelg - 6:51.324
2) - Pedro Henrique Ribeiro Vicari - 2 Voltas
3) - Davi Greuel Hochapfel -

Categoria Nac 230cc Estreante
1) - Gean Telmo Pompeu da Silva - 12:05.417
2) - Carlos Samuel Schafer - 0.515
3) - Jaime Mendes - 6.152
4) - Fabio Valentini - 26.793
5) - Tiago da Silva - 1 Volta

 Categoria Nac 230cc Pro
1) - Jean Andrey Grosskopf - 16:02.194
2) - Carlos Samuel Schafer - 7.066
3) - Eduardo Correia Branco - 7.461
4) - Alex Vargas - 8.355
5) - Jaime Mendes - 15.061
6) - Fabio Valentini - 23.335
7) - Maicon Júnior Kraemer - 25.660
8) - Jeferson Gardini - 4 Voltas
9) - Luiz Gustavo Fila - 9 Voltas 

Categoria Nac 230cc Standard
1) - Fabiano Bertotti - 11:56.103
2) - Fernando Daniel Tironi - 0.996
3) - Raulino Torrens Neto - 13.395
4) - Tiago da Silva - 30.261
5) - Tafarel Cristiano Rodrigues - 30.993

Categoria Nac. Forca Livre
1) - Edinilson Batista - 11:57.683
2) - Luiz Gustavo Fila - 0.309
3) - Eduardo Correia Branco - 18.345
4) - Jackson Henning Carniel - 1 Volta

 Categoria Nacional 160cc
1) - Ralf Schaefer - 12:42.781
2) - Marlon Morsch Mohr - 5.774 

Classificação final do Catarinense de Velocross 2016

Categoria VX1
1º) Lucas Agostini Gadotti - 187 pts
2º) Edinilson Batista - 170 pts
3º) Luciano de Oliveira - 148 pts
4º) Luiz Henrique Zimmermann - 147 pts
5º) Osmair Cipriani - 48 pts

Categoria VX2
1º) Lucas Agostini Gadotti - 186 pts
2º) Sebastiao da Silva Junior - 144 pts
3º) Alison de Souza - 138 pts
4º) Fabiano Bernardo - 133 pts
5º) Osmar Jose Marcon Junior - 107 pts

Categoria VX3
1º) Braz dos Santos - 192 pts
2º) Elvis Augusto Schmitz - 152 pts
3º) Jose Almir da Lus - 145 pts
4º) Mirko André dos Santos - 76 pts
5º) Leandro Matos Lemos - 47 pts

Categoria VX4
1º) Braz dos Santos - 200 pts
2º) Cleonisio Luis Hessmann - 162 pts
3º) Osmar Jose Marcon - 128 pts
4º) Mirko André dos Santos - 88 pts
5º) Leonardo Starke - 66 pts

Categoria Intermediária Especial
1º) Fabiano Bernardo - 175 pts
2º) Alisson Baron da Silva - 157 pts
3º) Alison de Souza - 141 pts
4º) Rafael Antunes de Paula - 127 pts
5º) Lucas Rodrigo da Silva - 110 pts

Categoria Nacional Força Livre
1º) Edinilson Batista - 191 pts
2º) Jackson Henning Carniel - 165 pts
3º) Eduardo Correia Branco - 146 pts
4º) Leonardo Berkenbrock - 84 pts
5º) Everton Junior Stracke - 62 pts

Categoria Nacional 230cc 4T PRÓ
1º) Jeferson Gardini - 173 pts
2º) Jean Andrey Grosskopf - 166 pts
3º) Maicon Júnior Kraemer - 155 pts
4º) Eduardo Correia Branco - 145 pts
5º) Carlos Samuel Schafer - 130 pts

 Categoria Nacional VX3
1º) Wandrey Niels - 169 pts
2º) Itamar Rodeski Bourscheidt - 149 pts
3º) Emerson Varela da Silva - 135 pts
4º) Jose Almir da Lus - 129 pts
5º) Adriano Pupp - 111 pts

Categoria Nacional VX4
1º) Itamar Rodeski Bourscheidt - 186 pts
2º) Moacir Santo Esidio - 145 pts
3º) Adriano Pupp - 141 pts
4º) Gian Mastroiani Reinert - 110 pts
5º) Marcos Luciano Sabedott - 40 pts

Categoria Nacional Estreante 230cc 4T
1º) Gean Telmo Pompeu da Silva - 185 pts
2º) Carlos Samuel Schafer - 170 pts
3º) Jaime Mendes - 165 pts
4º) Luan de Paula - 114 pts
5º) Rodrigo Demetrio Pivotto - 93 pts

Categoria Nacional Standard 230cc
1º) Fernando Daniel Tironi - 174 pts
2º) Fabiano Bertotti - 155 pts
3º) Raulino Torrens Neto - 132 pts
4º) Mateus Hellinger - 112 pts
5º) Andre Eduardo Kammer - 99 pts

Categoria Nacional 160cc 4T
1º) Ralf Schaefer - 177 pts
2º) Marlon Morsch Mohr - 164 pts
3º) Gean Carlos da Silva - 84 pts
4º) Maykon Correa - 75 pts
5º) Thiago Pereira - 60 pts

Categoria Júnior
1º) Anthonny Jose Gervasio - 167 pts
2º) Caue Kepler Pauli da Silva - 158 pts
3º) Eduardo Antunes de Paula - 138 pts
4º) Carlos Augusto Gervasi - 95 pts
5º) Erik Mateus Caetano - 89 pts

Categoria 65cc
1º) Anthonny Jose Gervasio - 195 pts
2º) Erik Mateus Caetano - 174 pts
3º) Vinicius Boing - 161 pts
4º) Everton Nazario Magnani - 123 pts
5º) Caua Hostin da Silva - 100 pts

Categoria Mini-motos
1º) Kauã Kannenbelg - 189 pts
2º) João Eduardo Kornaski - 151 pts
3º) Davi Greuel Hochapfel - 114 pts
4º) Vitor Hugo Jarosczevski de Borba - 72 pts
5º) Victor Hugo da Silva Pereira - 49 pts

 






Notícias Relacionadas
TAPEJARA Recebe o Brasileiro de Velocros...
Blumenau recebe etapas do Brasileiro e C...
Inscrições abertas para a 2ª Etapa do Br...
Segunda etapa do Catarinense de Velocros...
Taió encerra a temporada 2016 do Velocro...
Irmãos Basso dominam o Rinaldi Gaúcho de...
Copa São Paulo de Velocross começa com g...
O sol brilhou forte na final da Copa Gen...
Final da Copa General Motos de Velocross...
Pista perfeita na 4ª etapa da Copa Gener...
 
Mais Lidas
Copa Contestado de Velocross, Leandro Le...
Carlos Eduardo dá show em Sete Quedas...
Primavera de Rondônia realiza maior fest...
Copa Contestado Ashima de Velocross em M...
3ª Etapa da Copa Constestado de Velocros...
Stédile conquista os títulos da VX1 e VX...
Rinaldi Gaúcho de Velocross encerrou a t...
Piên esteve em festa neste final de sema...
Paranaense de Velocross começa a todo va...
Federação de Rondônia premia campeões do...






MOTOPRESS
PHONE - 55 11 9 83816355
Desde 2001 - 2017 ® Point Comunicação